TOP 10 coisas para fazer em Paris em 2024

5
(1)

Descubra neste guia as melhores experiências que a Cidade Luz tem a oferecer. Paris é um dos destinos mais icônicos do mundo, repleto de cultura, história e beleza. Se você está planejando uma viagem à capital francesa, não pode perder essas dez atividades imperdíveis que tornarão a sua estadia em Paris memorável e cheia de momentos incríveis.

Coisas para fazer em Paris em 2024

Torre Eiffel

Imagine Paris sem a majestosa presença da Torre Eiffel. Erguida por Gustave Eiffel para celebrar o centenário da Revolução Francesa, esta icônica estrutura foi revelada durante a Exposição Universal de Paris em 1889. Com seus impressionantes 324 metros de altura, tornou-se um dos monumentos mais visitados do mundo, atraindo quase 7 milhões de pessoas todos os anos.

Curiosidades sobre a Torre Eiffel

Ao explorar a Torre Eiffel, você pode desfrutar de uma experiência única. No primeiro andar, está o renomado restaurante 58 Tour Eiffel, situado a 58 metros acima do solo, oferecendo uma perspectiva única. No segundo andar, a 115 metros de altura, a vista se torna ainda mais deslumbrante, proporcionando uma visão clara da cidade abaixo. E, no terceiro andar, a 275 metros, você pode até imaginar como era o escritório de Gustave Eiffel.

Subir na Torre Eiffel é uma experiência imperdível para quem deseja contemplar a esplêndida vista de Paris e se encantar com a grandiosidade desta icônica obra arquitetônica.

Promoções de viagens grátis no seu e-mail!

Receba grátis no seu e-mail as melhores promoções de passagens e pacotes!

Catedral de Notre-Dame de Paris

Notre-Dame de Paris, também conhecida simplesmente como Notre-Dame, é indiscutivelmente um dos maiores símbolos de Paris. Esta catedral católica romana, situada na parte oriental da Île de la Cité, é reverenciada como um dos mais belos exemplos da arquitetura gótica não apenas na França, mas em toda a Europa. Sua construção foi iniciada em 1163 e finalizada em 1345, apresentando um espetáculo visual com seus arcos-botas, portas ricamente esculpidas e inúmeras gárgulas adornando o teto.

Catedral de Notre-Dame.

Recomendamos explorar os arredores da catedral antes de adentrar em seu interior e, em seguida, subir os 387 degraus até o topo das torres. Embora a escalada possa ser desafiadora, a vista panorâmica deslumbrante da cidade compensa amplamente o esforço, proporcionando uma visão privilegiada da região e a oportunidade de observar as gárgulas de perto.

Museu do Louvre

O Louvre, situado no centro de Paris, é reconhecido como o museu de arte mais frequentado do mundo. Este monumento histórico ocupa o espaço de um antigo palácio real, abrangendo uma área impressionante de 210.000 metros quadrados, dos quais 60.600 metros quadrados são dedicados às exposições.

Originalmente, o museu estava inserido no “Palais Louvre”, uma fortaleza erguida no final do século XII durante o reinado de Felipe II. Vestígios dessa fortaleza ainda podem ser vistos nos subterrâneos do museu. Após a escolha do Palácio de Versalhes como a residência real de Luís XIV em 1682, o Louvre passou a focar principalmente na exposição da coleção real. Durante a Revolução Francesa, a Assembleia Nacional determinou que o Louvre seria usado para exibir as principais obras da Nação. O museu foi inaugurado em 10 de agosto de 1793 e sua coleção cresceu progressivamente, especialmente durante os reinados de Napoleão, Luís XVIII, Carlos X e no Segundo Império Francês.

Museu do Louvre.

A coleção do Louvre é organizada em oito departamentos distintos:

  1. Antiguidades egípcias
  2. Antiguidades orientais
  3. Antiguidades gregas, etruscas e romanas
  4. Artes islâmicas
  5. Esculturas da Idade Média, Renascimento e Tempos Modernos
  6. Objetos de arte
  7. Pinturas
  8. Artes gráficas.

Champs-Élysées – Arco do Triunfo

Inspirado pela magnificência da arquitetura romana, Napoleão confiou a Jean Chalgrin a criação de um arco do triunfo dedicado à grandiosidade dos exércitos imperiais. Erguido no século XIX, este arco é agora o maior monumento do mundo em seu gênero. Suas colunas são adornadas com esculturas impressionantes, enquanto os nomes dos 558 generais e suas grandes vitórias estão gravados no topo do arco. Sob ele, repousa o túmulo do Soldado Desconhecido da França.

No topo do arco, um terraço panorâmico oferece uma vista esplêndida de Paris. Com 50 metros de altura, 45 metros de largura e 22 metros de profundidade, o arco está localizado na Place de l’Étoile, que conduz diretamente à famosa avenida Champs-Élysées.

Arco do Triunfo: Historia e Curiosidades!

A Champs-Élysées é aclamada como a “avenida mais bonita do mundo”, estendendo-se por 1,9 quilômetros entre a Praça da Concórdia e o Arco do Triunfo. Ela abriga uma variedade de butiques de luxo, como Louis Vuitton, Guerlain, Cartier e Montblanc, além de oferecer opções de entretenimento, como o Lido e cinemas, e uma rica seleção de cafés e restaurantes, incluindo o renomado Fouquet’s.

Cruzeiro no sena

Qual seria a maneira mais encantadora de explorar a “Cidade Luz” do que navegando pelo rio Sena à noite? Quando o sol se põe, gradualmente os monumentos começam a se iluminar, proporcionando um cenário deslumbrante para apreciar a beleza de Paris: a Torre Eiffel, Notre Dame, Ponte Alexandre III e outros pontos emblemáticos.

Além disso, é possível desfrutar de um cruzeiro com jantar a bordo de um navio com janelas de vidro. Durante cerca de duas horas, enquanto saboreiam uma deliciosa refeição, os passageiros têm a oportunidade de admirar as vistas mais deslumbrantes de Paris.

Morro de Montmartre

Montmartre, uma colina de 130 metros de altura localizada ao norte de Paris, é famosa por sua Basílica de cúpula branca do Sacré-Coeur, concluída em 1919 em homenagem às vítimas francesas da guerra franco-prussiana de 1870.

Ao visitar a área, não deixe de explorar a “Place du Tertre”, próxima à basílica. Neste local, numerosos artistas montam seus cavalete para pintar retratos dos turistas ou exibir suas obras de arte. A “Place du Tertre” é uma recordação da era em que Montmartre era o epicentro da arte moderna. No início do século XX, artistas como Amedeo Modigliani, Claude Monet, Pablo Picasso e Vincent Van Gogh frequentavam esse espaço. Além disso, o Espaço Salvador Dalí, um museu dedicado principalmente às esculturas e desenhos do renomado artista espanhol, está a poucos passos da “Place du Tertre”.

Palácio de Versalhes

O Palácio de Versalhes é o mais renomado da França, erguido no século XVII como um símbolo do poder militar e demonstração da supremacia francesa na Europa. Este vasto complexo de edifícios, jardins e terraços é um destino imperdível para todos os visitantes, encantando-os com suas acomodações excepcionais, decorações luxuosas, mobiliário dourado e obras de arte renascentistas.

Palácio de Versalhes

Ao explorar Versalhes, comece pelos “Grandes Apartamentos”, siga para o deslumbrante “Salão dos Espelhos” e visite o elegante “Quarto da Rainha”. Não deixe de passear pelos famosos jardins “à la française”, completando assim uma experiência verdadeiramente enriquecedora.

Quartier Latin – Jardim de Luxemburgo

O Quartier Latin de Paris está localizado na margem esquerda do rio Sena, nas proximidades da Sorbonne. Reconhecido por sua atmosfera estudantil, vida animada e bistrôs charmosos, o Quartier Latin abriga várias instituições de ensino superior. O nome “Quartier Latin” remonta ao uso difundido do latim, que era a língua predominante no mundo acadêmico quando se tornou a língua internacional de aprendizado na Idade Média.

O Jardim de Luxemburgo, embora seja um espaço privado, está aberto ao público. Criado em 1612 por Maria de Médicis para acompanhar o Palácio de Luxemburgo, é afetuosamente chamado de “Luco”. O Palácio do Luxemburgo, onde está localizada a sede do Senado, é cercado por este belo jardim. Reformado por André Le Nôtre, é um lugar encantador para passear, apresentando um pomar com várias variedades de maçãs, um apiário e estufas com orquídeas. O jardim também é decorado com 106 estátuas, incluindo uma miniatura da Estátua da Liberdade em bronze.

Moulin Rouge

O Moulin Rouge é um cabaré famoso como o local de origem do icônico cancan. Situado próximo ao Montmartre, no coração do bairro Pigalle, foi estabelecido em 1889 por Joseph Oller e Charles Zidler. Inicialmente apresentado como uma dança sedutora, o cancan deu origem ao formato do cabaré, agora encontrado em várias partes do mundo. Hoje, o Moulin Rouge é uma atração turística, oferecendo entretenimento para visitantes de todo o globo.

Seu estilo e nome foram copiados e adotados por cabarés em todo o mundo, incluindo locais como Las Vegas. Além disso, várias produções cinematográficas contribuíram para a fama do cabaré, como o filme de Baz Luhrmann em 2001, estrelado por Nicole Kidman e Ewan McGregor.

Disneyland Paris

Para os fãs do Mickey há a Disneyland Paris. O resort localiza-se a 32 km do centro de Paris e compõe-se de dois parques: a Disneyland (com o castelo) e o Walt Disney Studios.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima