Seguro Saúde para viajar à Paris

Acidentes, enfermidades, extravio de bagagens, cancelamento de voos e diversos imprevistos podem transformar uma viagem em um verdadeiro pesadelo. Os planos de Seguro Saúde durante a viagem representam a melhor maneira de prevenir que tais circunstâncias imprevisíveis arruínem as férias ou resultem em custos financeiros significativos, uma vez que, dependendo do país, os gastos hospitalares podem atingir até 10.000€ por noite.

Veja tambem: Guia completo sobre Seguro viagem para Paris!

Seguro-Saúde para viajar à Paris

A seguir, apresentamos as diferentes opções de seguros e coberturas médicas e seguro saude que devem ser consideradas ao viajar para a França, partindo do país de origem.

Para Brasileiros

Brasileiros que desejam entrar na França devem obrigatoriamente possuir um seguro-saúde e de repatriamento com um valor mínimo de 30 mil euros, cobrindo o território Schengen (França, Alemanha, Grécia, Espanha, Itália, Áustria, Portugal, Finlândia, Suécia, Noruega, Bélgica, Holanda, Dinamarca, Islândia e Luxemburgo).

Para Europeus

Cidadãos europeus têm a opção de solicitar gratuitamente o Cartão Europeu de Seguro de Doença, assegurando os mesmos direitos que os residentes do país ao utilizar os serviços de saúde pública.

Seguro de Viagem

Além do seguro de saúde, é crucial que o seguro inclua coberturas adicionais, como perda de bagagem e voos. Esses seguros costumam ser surpreendentemente acessíveis. Recomenda-se também contratar um seguro de cancelamento que abranja não apenas o voo, mas também os serviços adicionais no destino.

Seguros de Cartões

Apesar de alguns cartões de crédito oferecerem automaticamente seguro de viagem ao comprar passagens aéreas, as coberturas geralmente são básicas. Para uma proteção mais abrangente, é aconselhável contratar um seguro de viagem independente.

Outros Cidadãos da América Latina

De acordo com as regulamentações atuais, viajantes da maioria dos países latino-americanos precisam adquirir um seguro-saúde para viajar para a Europa. Se for necessário obter visto para entrar na França, a contratação do seguro-saúde é obrigatória, exigindo uma cobertura médica mínima de 30.000 euros, incluindo traslado e repatriação. Para viagens mais extensas, recomenda-se um seguro mais abrangente com cobertura mais ampla.

Seguro Schengen

Para estadias inferiores a 90 dias com o visto Schengen e um seguro de viagem, é possível viajar sem problemas para países como Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Checa, Suécia e Suíça. Além desses, o seguro geralmente cobre também o Reino Unido, Irlanda, Romênia, Bulgária e Chipre, embora as coberturas possam variar.

Rolar para cima